07 novembro, 2015

O paradoxo de "Epicuro"
















Deus quer prevenir o mal, mas não consegue? 
Então Ele é impotente. 
Ele consegue, mas não quer? 
Então Ele é malevolente. 
Ele quer e Ele consegue? 
Então por que o mal acontece? 
Ele não quer e não consegue? 
Então por que chamá-lo de Deus?

      Por e-mails, dois amigos distantes decidem trocar informações sobre o paradoxo de “Epicuro”. 
Acompanhem:

Boa tarde!!!
Tudo em paz ??? 
O Senhor já deve ter ouvido falar do Paradoxo de Epicuro...(?) 
Eu gostaria muito de saber o que o Senhor tem a dizer a respeito....

Segue em anexo....
Amplexo fraternal.

RICARDO 

            ********//////********

         Cadê você meu caro Ricardo, Tudo bem aí? 
         Do lado de cá estamos vivos e, indo e vindo! Mas pela infinita proteção Daquele que tudo fez, atentamente observa e sustenta toda sua criação. Sou um ser apaixonado por Ele, sabia? Tenho a Ele profundo respeito e admiração, lhe sirvo de coração, não por medo de ir pro inferno. Rs. Sendo o absoluto: cria e mata, aos entendidos dá entendimento, para os incultos tapa a visão. Está vivo, bem vivo! Há quem diga que não é vingativo, mas vingador. Considera muito deselegante alguém pedir uma benção, receber e não agradecer... Toda honra é Dele, somente Dele e não divide com ninguém. 
Quero responder seu e-mail, desta forma: 
Ele é o único criador e sustentador de todos os mundos. Se determinada situação houver interesse Ele atua ou não. Mas sempre atuando, entende isso? Por que todas as coisas se submetem a sua pré-vontade. A controvérsia, mas suas vontades e segredos, o próprio Filho que se assenta a sua direita, desconhece. Dizer que Ele um ser perfeito criou seres imperfeitos, seria um grande erro. Conceituá-lo de forma negativa seria um grande engano. 
Ele é o tudo e o todo o propósito e a causa. 
Rs... 
Faloouuu!!!... 
Abraço.
                                     
                 ********//////********

      Bom dia Nobre Senhor FERREIRA, tudo em paz por aí???

    Eu estou aqui, caminhando dentro das formalidades do Justo e Perfeito, um pouco corrido e sem tempo por conta da labuta diária, por isso peço-te as devidas escusas por não responder a contento vossos valiosos e iluminados e-mails....
     Tenho plena convicção no Divino, assim como o Senhor tem.
    A sua resposta ao Paradoxo de Epicuro foi simplesmente Divina, gostei muito, me trouxe uma luz e vou estudá-la com certeza para também chegar a esse entendimento....
   Agradeço-te o carinho e a consideração por ter respondido meu e-mail com tanta presteza...

Tenhas uma ótima semana!!!
Amplexo Fraternal

RICARDO

Rs...

Faloouuu!!!...




                               


             
                                                                              Ao lado do “Pai”

Um comentário:

  1. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir