21 dezembro, 2013

Feliz natal pra mim, feliz natal pra você, feliz natal pra todos!!!





E tu, Belém,
terra de Judá,
de modo nenhum
és a menor entre as
capitais de Judá


                    Jesus em meio ao iminente perigo, sobreviveu, cresceu, caminhando sozinho pelas praias do mar da Galiléia formou um poderoso exército.

              Para quem sabe e para quem não sabe, e aí acredito que muitos venham, a saber, dessa história conhecidíssima desde muitos e muitos tempos passados já contada e recontada. E foi mais ou menos assim que pelo início tudo sucedeu, pois como não haveria mais de ser se diferente do acontecido não poderia acontecer, para tal lógica basta apenas uma rápida olhadela no livro dos livros, este que aberto trata-se da própria boca do Todo-Poderoso falando diretamente conosco.
             Estando ele ali, num dos mais belo e lindo dia já nascidos na Judéia, e aqui suponho ensolarado claro de se enxergar uns quilômetros de distância, pois tal se podia fazer já que naqueles tempos não se contava com a presença constante, maçante da cara do seu vizinho exposta na janela de frente para sua varanda. Rs. Estando ele ali sentado em seu suntuoso e “mui sublime trono”, ladeado pelos seus fieis e infiéis subalternos, súditos, o “grande” rei da Judéia, reinando o seu efêmero reinado entre os anos: 37 a.C. e 4 a.C. Ah! Existem relatos que ele o “grande” Herodes também marcou sua história como um, “louco que assassinou sua própria família e inúmeros rabinos”... Quando soube da vinda de três reis magos vindos lá das bandas do Oriente à Jerusalém, procurando e dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Porque vimos sua estrela no oriente, e viemos especialmente para adora-lo.
Oras! Ouvindo isto muito indignou-se o dito rei... E tendo ele, congregado todos os príncipes dos sacerdotes, e os escribas do povo, perguntou-lhes: onde haveria de nascer o Cristo? E eles lhe disseram: Em Belém de Judéia; porque assim está escrito pelo profeta: E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as capitais de Judá; Porque de ti sairá o Guia que há de apascentar o meu povo de Israel.
Ser como só aquele ser humano poderia ser em seu íntimo ser; então secretamente arquitetou o que se passara ardilosamente em sua fétida, podre, maquiavélica mente; seu plano seria nada mais, nada menos que por enganar os três reis magos do oriente, inquirindo-lhes exatamente acerca do tempo em que a estrela lhes aparecera e, enviando-os posteriormente a Belém, disse: Ide, e perguntai diligentemente pelo menino e, quando o achardes, participai-me, para que também eu vá e o adore. Grande mentira! Pois o seu intuito maior seria matar o recém nascido.
              Mas tudo é providência divina e por divina revelação, em sonhos foram avisados os três reis magos para que não voltassem junto de Herodes, partindo para a sua terra natal por outro caminho.

              Aquele dito, ignorante, que imaginava ser um grande morreu. O seu reinado findou-se; por muitos e muitos anos já não existe mais.
              Jesus em meio ao iminente perigo, sobreviveu, cresceu, caminhando sozinho pelas praias do mar da Galiléia formou um poderoso exército, fez do nada, acontecer grandes milagres, curou, ressuscitou mortos, foi traído, perdoou, morreu em uma pesada cruz, ao terceiro dia reviveu, foi elevado aos céus, hoje vive assentado do lado direito do Pai. Seu reinado não terminou, jamais terminará. Todo ano universalmente, sem discriminação alguma, em toda a terra, dialeto, credo, línguas e nação se comemoram o seu precioso aniversário, seu nascimento para mim é um presente.

Viva Jesus!
Tu és o filho unigênito do único Deus vivo, e nosso Pai!

Parabéns pelo teu aniversário, muito obrigado por teres nascido.
Meu irmão, meu amigo. O meu desejo é um dia, vindouro, poder abraça-lo. Rs.

Feliz natal pra mim, feliz natal pra você, feliz natal pra todos!!!

Rs.

Faloouuu!!!






                                                                                            Ao lado do "Pai"



07 dezembro, 2013

O discurso do meu tio avô.










Qual seria o certo dizer:
Todo mundo morre um dia.
Todo mundo um dia morre?


             Hoje logo cedo ao me levantar, parei de frente ao espelho e não tive coragem de me enxergar, seria a primeira vez que me veria com esta idade... Rs. Foi difícil, mas me encarei. Rs...
            
           No início da noite da festa dos noventa e quatro anos de meu tio avô, aprendi uma lição valiosa para nunca mais se esquecer, sempre achei que chegar a essa idade não deveria ser assim tão fácil pra ninguém, mas ele parecia um ser diferente não dando bolas pro tempo; seu discurso foi despretensioso, modesto, sem gesto, franco e direto, de tão direto e franco que foi me acertou em cheio no peito; dos outros tantos convidados não sei, mas daquela data até hoje trago gravado em minha memória grande aprendizado com o velho. Chegar aos noventa e quatro anos de idade e na noite de sua provável peça oratória não dizer nada é compreensivo, mas seria guardar muito para si, numa demonstração, parco e egoísta. Desprendido dos bens materiais que possuía tudo o que tinha e sabia queria muito compartilhar. 
         Pessoas influentes influenciam pessoas. Quando em circunstância adversa a minha formação me encontro busco recurso em tal exemplo de vida a ser seguido. Ainda bem que tem, com raríssimas exceções, mas tem; sempre existiu sempre existirão indivíduos comprometidos com o bem alheio, dignos de seus caminhos serem copiados. 
A partir daquela noite em diante decidi ser mais feliz; aprendi que a felicidade não se compra não se vende; mas se ganha, através de um estado de espírito permanentemente saudável; sei que não viemos neste mundo para sofrer, que a vida deve ser vivida intensamente sem desperdício de tempo; que independentemente de mim, de você, ou de nós, a história da existência, seguirá sempre o seu curso adiante, sem direito de volta. Graças ao esboço deixado esquecido pela festa; transcrevo parte daquele discurso, tão importante pra mim.

              Entendam.
              Qual seria o certo dizer:
              Todo mundo morre um dia.
              Todo mundo um dia morre? Rs.

           Enfim mais um aniversário. Nove, ponto, quatro. Rs. To ferrado! Rs...
            Chegar onde estou chegando; sinceramente não imaginava. Não fui tão previsível assim. Ao escoar pelo tempo, noventa e quatro anos somam-se muito depressa. Infelizmente não viemos morar aqui para todo o sempre. Penso até se deveríamos ter outra chance, meu nascimento se deu ontem, ainda vejo minha mãe me balançando.
Hoje logo cedo ao me levantar, parei de frente ao espelho e não tive coragem de me enxergar, seria a primeira vez que me veria com esta idade... Rs. Foi difícil, mas me encarei. Rs...
         Se você tiver uma situação difícil, pendente para administrar, administre hoje, hoje é o dia! Tome providência logo pela manhã, mexa-se! Faça alguma coisa em prol do teu caso, só assim encontrarás à solução. De nada adianta querer adiar, enquanto não for resolvido sempre estará lá, de olhos bem abertos, vivos, grudado em você esperando que o decida.
          Todo problema tem solução, o seu também terá. Resolva você mesmo. Essa coisa de passar a bola pro santo jurando promessa, iniciar campanha, ir pro monte, passar a noite em vigília, ficar de joelhos pedindo a Deus que tome a frente daquilo que só você tem o dever de fazer, com Ele isso não adianta, não. Rs. Tenho experiência.
             Toda dificuldade material Ele te da força e sabedoria, mas quem resolve é você.
                Pra chegar até aqui caí muitas vezes, mas estou vivo! 
             Comparo o sucesso como ir à feira de sacola na mão, a cada banca sua sacola se torna mais cheio e, pesada.
Certa feita eu...
          Não se faz necessário transcrever todo seu conteúdo, dou maior ênfase ao:
         “Todo problema tem solução, o seu também terá. Resolva você mesmo. Essa coisa de passar a bola pro santo jurando promessa, iniciar campanha, ir pro monte, passar a noite em vigília, ficar de joelhos pedindo a Deus que tome a frente daquilo que só você tem o dever de fazer, com Ele isso não adianta, não. Rs. Tenho experiência. Toda dificuldade material Ele te da força e sabedoria, mas quem resolve é você”. 

Rs.

Faloouuu!!!...





                                                                                                       
                                                                                            Ao lado do "Pai"