27 julho, 2013

Um sonho que sonhei outro dia...









Num sonho que 
sonhei outro dia...
Vi coisas para mim,
jamais sonhadas...


                    Era o paraíso e lá não fui nem cheguei sozinho.

                Outro dia sonhei um sonho. E neste sonho que sonhei, vi coisas lindas e lugares lindos jamais sonhados, de sonhar.
                Tudo começou como tudo começa. Exatamente no princípio do começo quando eu ainda nem havia iniciado o início de um cochilo e, cochilar ali seria um passo, só um passo de um sono; de um sono profundo... Tudo de bom! Mas não naquele instante, nem naquele lugar. Naquele momento dormir ali seria uma coisa desinteressante, arriscado de mais. Arriscando-me a arriscar perder o sonho que tive, pois o sonho que eu sonhei, o sonhei acordado e acordado no sonho que eu estava jamais desejei acordar...
                Era o paraíso e lá não fui nem cheguei sozinho. Desde o princípio estive sempre muito bem acompanhado, por um ser forte alto educado, calado e alado. Que falava pouco, quase nada. Somente quando perguntado...
                 Um anjo! Pensei... Seu nome: Miguel, Gabriel?
                 Um Arcanjo, Serafim, Querubim? Quem?
                 Fui levado ao pátio central, ornado e orlado por originais flores, nas cores: rosas, brancas, vermelhas e azuis. Vi a calçada de jaspe e cristal. Vi os elegantes, grandes fortes portões celestiais. Ouvi o coral e fui convidado a me sentar na platéia e apreciar um lindo ensaio da deslumbrante e majestosa orquestra divina.
Vi! Conheci! Fui apresentado à: Isaque, Abraão e Jacó...
                  
Perguntei ao anjo: - Aqui é o paraíso?
Ele me levou ao um banco do jardim e sentando comigo, colocou a sua mão direita em meu ombro esquerdo, e disse: - É um lugar do futuro... Aonde muitos virão... Assim é o desejo do Pai, que todos os seres humanos venham para cá... Para isso o seu Filho desceu a terra, pagou um preço caro, dando a sua própria vida numa cruz. Aqui foram criadas várias moradas...

                   Mas e o paraíso, ele existe? Perguntei ao anjo.
                   Sim! O paraíso existe! E na resposta, ele apontou para a terra, localizou e me mostrou a minha própria casa... Rs
                    Levantou e disse: Ta na hora! Você deve ir.

                    Levou-me ao portão celestial, fui guiado a saída. Então o retorno...
                   Ao longe foi chegando um forte barulho... Trilhos uma locomotiva, um túnel... Metrô, minha estação... Desci...

Faloouuu!!!
Rs.



                                                                                            Ao lado do "Pai"

06 julho, 2013

Paciência, problemas todo mundo tem.












Não Te desanimes, neste
mundo todo mundo tem problema;
eu tenho, tu tens, eles têm, nós temos. 

              Tal como o gênio da lâmpada
              assim todo o universo tende a satisfazê-lo.

             Hei! Teria você aí um tempinho, só um bocadinho?... Então sentarias aqui do meu lado e como o pensamento e o tempo são duas matérias enigmáticas distintas, maduras hidrófobo a darem a voar, deixaríamos que voassem e assim quem sabe juntos, passaríamos a ponderar: seriamos, eu você e toda a humanidade capaz de imaginar a chatice da monotonia, insípida que seria de nossas pobres curtas vidas, se nelas vivêssemos aqui, e não conhecêssemos nenhum problema? Nem sequer ao menos um, para que pudéssemos um dia contar? Pobre seríamos todos nós... Não é mesmo?...
            Ufa! Só de pensar assim já me enfado!... Santo são os meus problemas diários, neles tiro forças, conhecimento, perseverança, paciência... Aprimorando como estou através deles sou aprimorado, a ponto de observar na diferença que faz o quão hoje já reclamo menos. Rs.
             É! A espera também é um magnífico dom e aquilo que eu não puder resolver hoje; ah! Que pena!... Rs... Pois entrego para o amanhã! Oras bolas, nem tudo é feito para agora... Passo a esperar mais um pouquinho, é rápido e a melhor resposta sempre vem, sempre veio!...
O sábio e sabedor de todas as coisas. Aquele que lá, tudo fez e em tudo concentra o perfeito domínio, tem o peso correto de tudo o quanto há; eu creio, Ele nunca ultrapassou na medida, jamais ultrapassará; dando a nós: frágeis pó e mortais, somente a carga certa, necessária daquilo que em nosso lombo podemos suportar.
              Diante de qualquer que seja o tamanho do dissimulado problema, nunca digas: sou fraco e não poderei vencer-te. Lute! – Aja como fez Davi, perante o tenebroso sujo enfurecido gigante filisteu. Confie no poder das palavras, saiba que elas verdadeiramente têm muito poder e, tudo quanto o disser se disseres com fé, assim se sucederá.
             Tal como o gênio da lâmpada assim todo o universo tende a satisfazê-lo; estando a vossa disposição, quando quiseres basta ordenar, se proferires algo, pronto como um servo a obedece-lo, você ouvirá: estou pronto mestre! O seu pedido é uma ordem. Se ante a um problema tu se tornares rígido convocando a vitória, não duvides, serás vitorioso. Se ao contrário portares como um anêmico visando o fracasso, serás fracassado... Conforme o seu pedido o gênio do universo assim dirá: Sejas feito a tua vontade meu mestre, o seu pedido é uma ordem!... Rs. Deus é o gênio, é o universo, Ele é tudo!...
              Não se deixes abater por coisa alguma deste mundo, alegre o teu coração e leve os teus dias numa boa. Veja o que diz a Bíblia Sagrada no livro de: Provébios – 17: 22. “O coração alegre serve de bom remédio; mas o espírito abatido seca os ossos”.

              Desde que um problema não mude para uma grave situação, não vejo problema algum em ter problema. Problema neste mundo todo mundo tem; eu tenho, tu tens, eles têm, nós temos. Sabido é que duras provas vem, mas quando vier basta saber dissipá-los; na doce expectativa que pela manhã a alegria sempre aparece...

Rs...

Faloouuu!!!...


                                                                                            Ao lado do "Pai"