21 dezembro, 2013

Feliz natal pra mim, feliz natal pra você, feliz natal pra todos!!!





E tu, Belém,
terra de Judá,
de modo nenhum
és a menor entre as
capitais de Judá


                    Jesus em meio ao iminente perigo, sobreviveu, cresceu, caminhando sozinho pelas praias do mar da Galiléia formou um poderoso exército.

              Para quem sabe e para quem não sabe, e aí acredito que muitos venham, a saber, dessa história conhecidíssima desde muitos e muitos tempos passados já contada e recontada. E foi mais ou menos assim que pelo início tudo sucedeu, pois como não haveria mais de ser se diferente do acontecido não poderia acontecer, para tal lógica basta apenas uma rápida olhadela no livro dos livros, este que aberto trata-se da própria boca do Todo-Poderoso falando diretamente conosco.
             Estando ele ali, num dos mais belo e lindo dia já nascidos na Judéia, e aqui suponho ensolarado claro de se enxergar uns quilômetros de distância, pois tal se podia fazer já que naqueles tempos não se contava com a presença constante, maçante da cara do seu vizinho exposta na janela de frente para sua varanda. Rs. Estando ele ali sentado em seu suntuoso e “mui sublime trono”, ladeado pelos seus fieis e infiéis subalternos, súditos, o “grande” rei da Judéia, reinando o seu efêmero reinado entre os anos: 37 a.C. e 4 a.C. Ah! Existem relatos que ele o “grande” Herodes também marcou sua história como um, “louco que assassinou sua própria família e inúmeros rabinos”... Quando soube da vinda de três reis magos vindos lá das bandas do Oriente à Jerusalém, procurando e dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Porque vimos sua estrela no oriente, e viemos especialmente para adora-lo.
Oras! Ouvindo isto muito indignou-se o dito rei... E tendo ele, congregado todos os príncipes dos sacerdotes, e os escribas do povo, perguntou-lhes: onde haveria de nascer o Cristo? E eles lhe disseram: Em Belém de Judéia; porque assim está escrito pelo profeta: E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as capitais de Judá; Porque de ti sairá o Guia que há de apascentar o meu povo de Israel.
Ser como só aquele ser humano poderia ser em seu íntimo ser; então secretamente arquitetou o que se passara ardilosamente em sua fétida, podre, maquiavélica mente; seu plano seria nada mais, nada menos que por enganar os três reis magos do oriente, inquirindo-lhes exatamente acerca do tempo em que a estrela lhes aparecera e, enviando-os posteriormente a Belém, disse: Ide, e perguntai diligentemente pelo menino e, quando o achardes, participai-me, para que também eu vá e o adore. Grande mentira! Pois o seu intuito maior seria matar o recém nascido.
              Mas tudo é providência divina e por divina revelação, em sonhos foram avisados os três reis magos para que não voltassem junto de Herodes, partindo para a sua terra natal por outro caminho.

              Aquele dito, ignorante, que imaginava ser um grande morreu. O seu reinado findou-se; por muitos e muitos anos já não existe mais.
              Jesus em meio ao iminente perigo, sobreviveu, cresceu, caminhando sozinho pelas praias do mar da Galiléia formou um poderoso exército, fez do nada, acontecer grandes milagres, curou, ressuscitou mortos, foi traído, perdoou, morreu em uma pesada cruz, ao terceiro dia reviveu, foi elevado aos céus, hoje vive assentado do lado direito do Pai. Seu reinado não terminou, jamais terminará. Todo ano universalmente, sem discriminação alguma, em toda a terra, dialeto, credo, línguas e nação se comemoram o seu precioso aniversário, seu nascimento para mim é um presente.

Viva Jesus!
Tu és o filho unigênito do único Deus vivo, e nosso Pai!

Parabéns pelo teu aniversário, muito obrigado por teres nascido.
Meu irmão, meu amigo. O meu desejo é um dia, vindouro, poder abraça-lo. Rs.

Feliz natal pra mim, feliz natal pra você, feliz natal pra todos!!!

Rs.

Faloouuu!!!






                                                                                            Ao lado do "Pai"



07 dezembro, 2013

O discurso do meu tio avô.










Qual seria o certo dizer:
Todo mundo morre um dia.
Todo mundo um dia morre?


             Hoje logo cedo ao me levantar, parei de frente ao espelho e não tive coragem de me enxergar, seria a primeira vez que me veria com esta idade... Rs. Foi difícil, mas me encarei. Rs...
            
           No início da noite da festa dos noventa e quatro anos de meu tio avô, aprendi uma lição valiosa para nunca mais se esquecer, sempre achei que chegar a essa idade não deveria ser assim tão fácil pra ninguém, mas ele parecia um ser diferente não dando bolas pro tempo; seu discurso foi despretensioso, modesto, sem gesto, franco e direto, de tão direto e franco que foi me acertou em cheio no peito; dos outros tantos convidados não sei, mas daquela data até hoje trago gravado em minha memória grande aprendizado com o velho. Chegar aos noventa e quatro anos de idade e na noite de sua provável peça oratória não dizer nada é compreensivo, mas seria guardar muito para si, numa demonstração, parco e egoísta. Desprendido dos bens materiais que possuía tudo o que tinha e sabia queria muito compartilhar. 
         Pessoas influentes influenciam pessoas. Quando em circunstância adversa a minha formação me encontro busco recurso em tal exemplo de vida a ser seguido. Ainda bem que tem, com raríssimas exceções, mas tem; sempre existiu sempre existirão indivíduos comprometidos com o bem alheio, dignos de seus caminhos serem copiados. 
A partir daquela noite em diante decidi ser mais feliz; aprendi que a felicidade não se compra não se vende; mas se ganha, através de um estado de espírito permanentemente saudável; sei que não viemos neste mundo para sofrer, que a vida deve ser vivida intensamente sem desperdício de tempo; que independentemente de mim, de você, ou de nós, a história da existência, seguirá sempre o seu curso adiante, sem direito de volta. Graças ao esboço deixado esquecido pela festa; transcrevo parte daquele discurso, tão importante pra mim.

              Entendam.
              Qual seria o certo dizer:
              Todo mundo morre um dia.
              Todo mundo um dia morre? Rs.

           Enfim mais um aniversário. Nove, ponto, quatro. Rs. To ferrado! Rs...
            Chegar onde estou chegando; sinceramente não imaginava. Não fui tão previsível assim. Ao escoar pelo tempo, noventa e quatro anos somam-se muito depressa. Infelizmente não viemos morar aqui para todo o sempre. Penso até se deveríamos ter outra chance, meu nascimento se deu ontem, ainda vejo minha mãe me balançando.
Hoje logo cedo ao me levantar, parei de frente ao espelho e não tive coragem de me enxergar, seria a primeira vez que me veria com esta idade... Rs. Foi difícil, mas me encarei. Rs...
         Se você tiver uma situação difícil, pendente para administrar, administre hoje, hoje é o dia! Tome providência logo pela manhã, mexa-se! Faça alguma coisa em prol do teu caso, só assim encontrarás à solução. De nada adianta querer adiar, enquanto não for resolvido sempre estará lá, de olhos bem abertos, vivos, grudado em você esperando que o decida.
          Todo problema tem solução, o seu também terá. Resolva você mesmo. Essa coisa de passar a bola pro santo jurando promessa, iniciar campanha, ir pro monte, passar a noite em vigília, ficar de joelhos pedindo a Deus que tome a frente daquilo que só você tem o dever de fazer, com Ele isso não adianta, não. Rs. Tenho experiência.
             Toda dificuldade material Ele te da força e sabedoria, mas quem resolve é você.
                Pra chegar até aqui caí muitas vezes, mas estou vivo! 
             Comparo o sucesso como ir à feira de sacola na mão, a cada banca sua sacola se torna mais cheio e, pesada.
Certa feita eu...
          Não se faz necessário transcrever todo seu conteúdo, dou maior ênfase ao:
         “Todo problema tem solução, o seu também terá. Resolva você mesmo. Essa coisa de passar a bola pro santo jurando promessa, iniciar campanha, ir pro monte, passar a noite em vigília, ficar de joelhos pedindo a Deus que tome a frente daquilo que só você tem o dever de fazer, com Ele isso não adianta, não. Rs. Tenho experiência. Toda dificuldade material Ele te da força e sabedoria, mas quem resolve é você”. 

Rs.

Faloouuu!!!...





                                                                                                       
                                                                                            Ao lado do "Pai"

21 setembro, 2013

Divaguei e comparei...



Vejam só,
a minha pobre
mente humana...
Imaginou e comparou.


                  Imaginem só a minha pobre mente, humana.
                  Sem imaginação, sem noção...

                 Então divaguei... Divaguei e comparei.
                 Imaginem! Eu imaginei, como se pudesse imaginar.
                 Comparem! Eu comparei, como se pudesse comparar.
          Pobre mente humana minha. Comparar e imaginar. Como se pudessem tais.

                O vai e vem de um garçom, que seve aqui, corre ali, atende cá, corre lá. De novo aqui, também ali e vai e vem e a todos atende bem e serve e despacha aqui, recebe ali e vai e vem e volta e novamente serve ali e vai e vem, e vem e vai... Rs...
  
Vejam só! Que mente, a minha!
Pobre mente humana a minha. Imaginar e comparar.

Ora, Ele enviou o seu único filho.
O seu unigênito filho.

                  E o seu filho obedeceu e veio!
                 Então: Amou, serviu, perdoou, salvou, curou, ensinou, resgatou, morreu, ressuscitou, subiu ao céu e nos deu a promessa de que foi preparar um lugar, num lugar jamais visto. E que breve voltará para nos buscar, para onde ele estiver que estejamos nós também.

Ora! Então teria no mundo maior amor?
Oras bolas! Então teria no mundo tal amor?

Que imaginação.
Pobre mente humana minha.
Comparar e imaginar.
Como se coubesse tais.

Então:
Divaguei.
Divaguei! Rs.

Que falta de imaginação! 


Rs...

Faloouuu!!!...


  
 





                                                                                            Ao lado do "Pai"




13 setembro, 2013

Um homem de fé, lá em Cafarnaum...





"Em verdade vos digo
que a ninguém encontrei
em Israel com tamanha fé."


Leiam aqui, manos! A admiração de Jesus,
pela tamanha fé de um homem.

          Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, chegou-se a ele um centurião que lhe rogava, dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa paralítico, e horrivelmente atormentado. 
            Respondeu-lhe Jesus: Eu irei, e o curarei.
         O centurião, porém, replicou-lhe: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado; mas somente dize uma palavra, e o meu criado há de sarar. Pois também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz. Jesus, ouvindo isso, admirou-se, e disse aos que o seguiam:
Em verdade vos digo que a ninguém encontrei em Israel com tamanha fé.Também vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e reclinar-se-ão à mesa de Abraão, Isaque e Jacó, no reino dos céus; mas os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes.



                    Então disse Jesus ao centurião:  
                    Vai-te, e te seja feito assim como creste. 
                    E naquela mesma hora o seu criado sarou.

Rs.

Faloouuu!!!...



PS:
Bíblia Sagrada:
Mateus 8: 5-13.


                                                                                 
                                                                                            Ao lado do "Pai"

07 setembro, 2013

Quando alguém tem um segredo.








Se você tem um segredo e,
deseja mantê-lo oculto aos
atenciosos ouvidos alheios,
melhor guardar pra si, viu!

             Às vezes paro pra pensar: será verdade isso mesmo?...
             Hoje em dia já não se pode confiar mais em ninguém? 

             Todo e qualquer segredo deverá ser mantido, retido sob sigilo forte da guarda atenta de sete chaves. O seu detentor deverá ser prudente e portá-lo assim, estritamente assim: a guarda atenta de sete chaves... Rs... E nunca, jamais! Em hipótese alguma poderá revelar tal arcano; valendo isto a qualquer que seja o grau de interatividade, entre: amigos ou parentesco.
             Se você tem um segredo e, deseja mantê-lo oculto aos atenciosos ouvidos alheios, melhor guardar pra si, viu! Do contrário se contares a um só alguém, esse mesmo alguém não verá problema algum em contar para outro alguém; já que o sigilo em princípio deveria partir de ti que não suportou a boca fechada; então esse novo alguém contará para outro alguém que também contará para outro alguém e, assim sucessivamente...
            Outro dia dando ouvidos a uma pessoa ouvi: lá no meu trabalho revelei um assunto encoberto para uma pessoa e pedi segredo total, aí me dei mal. Essa mesma pessoa contou para outra pessoa que contou para uma nova pessoa vindo com isso toda a minha seção de trabalho, a saber, do caso. Por isso hoje eu digo assim: do jeito que as coisas andam já não se pode confiar mais em ninguém! Olha que eu vigio hein! Sou até cauteloso nestes casos e, nunca comento um assunto comprometedor daquilo que venha ferir a honra e a fé das outras pessoas. Mas essas mesmas pessoas às vezes me frustram, fofocando o mal dos outros...
Às vezes paro pra pensar: será verdade isso mesmo?... Hoje em dia já não se pode confiar mais em ninguém? Em tal extremo anda a humanidade?... Dos amigos que tenho qual poderia eu confiar um segredo?... Dura prova é matutar assim!...
Não conheço existir um mandamento prático a afirmar: Guarde pra si aquilo que ouve aquilo que vê e aquilo que sabes. Tudo são provérbios, dizeres tais como: "Falar é prata, calar é ouro", "Em boca fechada não entra mosquito"... A verdade é uma só no alertar: aquilo que não pode ser revelado perderá o seu encanto, no momento fiel da cumplicidade e, de uma maneira geral o linguareiro diminuirá sua credibilidade...
              Deixando de fora o dever ético que nos garante sigilo absoluto entre: advogado e cliente, o cristão e o padre. Pergunto: sabendo que o meu melhor amigo fará conhecer as minhas revelações ao seu outro melhor amigo; então aquém confiar um inevitável almejante sigilo?... Rs... Não tens?...

             Oras! Apresento-te: Jesus o imaculado unigênito filho do altíssimo Deus! Fiel, verdadeiro amigo para todas as horas. Afirmo-te: Ele é o refúgio, Nele você pode confiar! No que dizeres, serás ouvido com muita atenção, e mantido em silêncio entre você e Ele. O que reservado contares, jamais será motivo de deboche espalhado pela multidão. Acredite, Nele você pode confiar, eu confio!!!...

Rs.

Faloouuu!!!





 
 
                                                                                           Ao lado do "Pai"

17 agosto, 2013

A persistência e a fé, de uma mulher.






"Ó mulher,
grande é a tua fé!
Seja-te feito como queres".

Vejam aqui, amados!
Um objetivo alcançado, na persistência e na fé.
Uma mulher, lá em Cananéia...

                       Ora, partindo Jesus dali, retirou-se para as regiões de Tiro e Sidom. E eis que uma mulher Cananéia, provinda daquelas cercanias, clamava, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim, que minha filha está horrivelmente endemoninhada. Contudo ele não lhe respondeu palavra. Chegando-se, pois, a ele os seus discípulos, rogavam-lhe, dizendo: Despede-a, porque vem clamando atrás de nós. 
Respondeu-lhes ele: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
Então veio ela e, adorando-o, disse:  Senhor, socorre-me.
Ele, porém, respondeu:
Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.
Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.


                        Então respondeu Jesus, e disse-lhe:
                        Ó mulher, grande é a tua fé! Seja-te feito como queres.
                        E desde àquela hora sua filha ficou sã.





Bíblia Sagrada:
Mateus 15: 21-28.


Falouuu!!!...








                                                                                            Ao lado do "Pai"

27 julho, 2013

Um sonho que sonhei outro dia...









Num sonho que 
sonhei outro dia...
Vi coisas para mim,
jamais sonhadas...


                    Era o paraíso e lá não fui nem cheguei sozinho.

                Outro dia sonhei um sonho. E neste sonho que sonhei, vi coisas lindas e lugares lindos jamais sonhados, de sonhar.
                Tudo começou como tudo começa. Exatamente no princípio do começo quando eu ainda nem havia iniciado o início de um cochilo e, cochilar ali seria um passo, só um passo de um sono; de um sono profundo... Tudo de bom! Mas não naquele instante, nem naquele lugar. Naquele momento dormir ali seria uma coisa desinteressante, arriscado de mais. Arriscando-me a arriscar perder o sonho que tive, pois o sonho que eu sonhei, o sonhei acordado e acordado no sonho que eu estava jamais desejei acordar...
                Era o paraíso e lá não fui nem cheguei sozinho. Desde o princípio estive sempre muito bem acompanhado, por um ser forte alto educado, calado e alado. Que falava pouco, quase nada. Somente quando perguntado...
                 Um anjo! Pensei... Seu nome: Miguel, Gabriel?
                 Um Arcanjo, Serafim, Querubim? Quem?
                 Fui levado ao pátio central, ornado e orlado por originais flores, nas cores: rosas, brancas, vermelhas e azuis. Vi a calçada de jaspe e cristal. Vi os elegantes, grandes fortes portões celestiais. Ouvi o coral e fui convidado a me sentar na platéia e apreciar um lindo ensaio da deslumbrante e majestosa orquestra divina.
Vi! Conheci! Fui apresentado à: Isaque, Abraão e Jacó...
                  
Perguntei ao anjo: - Aqui é o paraíso?
Ele me levou ao um banco do jardim e sentando comigo, colocou a sua mão direita em meu ombro esquerdo, e disse: - É um lugar do futuro... Aonde muitos virão... Assim é o desejo do Pai, que todos os seres humanos venham para cá... Para isso o seu Filho desceu a terra, pagou um preço caro, dando a sua própria vida numa cruz. Aqui foram criadas várias moradas...

                   Mas e o paraíso, ele existe? Perguntei ao anjo.
                   Sim! O paraíso existe! E na resposta, ele apontou para a terra, localizou e me mostrou a minha própria casa... Rs
                    Levantou e disse: Ta na hora! Você deve ir.

                    Levou-me ao portão celestial, fui guiado a saída. Então o retorno...
                   Ao longe foi chegando um forte barulho... Trilhos uma locomotiva, um túnel... Metrô, minha estação... Desci...

Faloouuu!!!
Rs.



                                                                                            Ao lado do "Pai"

06 julho, 2013

Paciência, problemas todo mundo tem.












Não Te desanimes, neste
mundo todo mundo tem problema;
eu tenho, tu tens, eles têm, nós temos. 

              Tal como o gênio da lâmpada
              assim todo o universo tende a satisfazê-lo.

             Hei! Teria você aí um tempinho, só um bocadinho?... Então sentarias aqui do meu lado e como o pensamento e o tempo são duas matérias enigmáticas distintas, maduras hidrófobo a darem a voar, deixaríamos que voassem e assim quem sabe juntos, passaríamos a ponderar: seriamos, eu você e toda a humanidade capaz de imaginar a chatice da monotonia, insípida que seria de nossas pobres curtas vidas, se nelas vivêssemos aqui, e não conhecêssemos nenhum problema? Nem sequer ao menos um, para que pudéssemos um dia contar? Pobre seríamos todos nós... Não é mesmo?...
            Ufa! Só de pensar assim já me enfado!... Santo são os meus problemas diários, neles tiro forças, conhecimento, perseverança, paciência... Aprimorando como estou através deles sou aprimorado, a ponto de observar na diferença que faz o quão hoje já reclamo menos. Rs.
             É! A espera também é um magnífico dom e aquilo que eu não puder resolver hoje; ah! Que pena!... Rs... Pois entrego para o amanhã! Oras bolas, nem tudo é feito para agora... Passo a esperar mais um pouquinho, é rápido e a melhor resposta sempre vem, sempre veio!...
O sábio e sabedor de todas as coisas. Aquele que lá, tudo fez e em tudo concentra o perfeito domínio, tem o peso correto de tudo o quanto há; eu creio, Ele nunca ultrapassou na medida, jamais ultrapassará; dando a nós: frágeis pó e mortais, somente a carga certa, necessária daquilo que em nosso lombo podemos suportar.
              Diante de qualquer que seja o tamanho do dissimulado problema, nunca digas: sou fraco e não poderei vencer-te. Lute! – Aja como fez Davi, perante o tenebroso sujo enfurecido gigante filisteu. Confie no poder das palavras, saiba que elas verdadeiramente têm muito poder e, tudo quanto o disser se disseres com fé, assim se sucederá.
             Tal como o gênio da lâmpada assim todo o universo tende a satisfazê-lo; estando a vossa disposição, quando quiseres basta ordenar, se proferires algo, pronto como um servo a obedece-lo, você ouvirá: estou pronto mestre! O seu pedido é uma ordem. Se ante a um problema tu se tornares rígido convocando a vitória, não duvides, serás vitorioso. Se ao contrário portares como um anêmico visando o fracasso, serás fracassado... Conforme o seu pedido o gênio do universo assim dirá: Sejas feito a tua vontade meu mestre, o seu pedido é uma ordem!... Rs. Deus é o gênio, é o universo, Ele é tudo!...
              Não se deixes abater por coisa alguma deste mundo, alegre o teu coração e leve os teus dias numa boa. Veja o que diz a Bíblia Sagrada no livro de: Provébios – 17: 22. “O coração alegre serve de bom remédio; mas o espírito abatido seca os ossos”.

              Desde que um problema não mude para uma grave situação, não vejo problema algum em ter problema. Problema neste mundo todo mundo tem; eu tenho, tu tens, eles têm, nós temos. Sabido é que duras provas vem, mas quando vier basta saber dissipá-los; na doce expectativa que pela manhã a alegria sempre aparece...

Rs...

Faloouuu!!!...


                                                                                            Ao lado do "Pai"

03 maio, 2013

Um Hino ganhador de almas.

                      

Ta, aí! Amados,
Uma grandiosa postagem.

 Um Belíssimo hino. Um grandioso ganhador de almas para o reino que Jesus foi preparar.
                     O hino da minha conversão!!!
                    Considero o autor num momento de profunda interação e comunicação com o Todo Poderoso (Criador de todas as coisas), nos instantes que se seguiram da composição, tanto letra e música de tão alta e maravilhosa obra.


    .                  Ao estrugir a trombeta

            Quando a angelical trombeta neste mundo estrugir,
            O meu nome ouvirei Jesus chamar.,
            Pois eu creio na promessa,
            E que Deus a vai cumprir
            Quando ouvir Jesus meu nome proclamar!

            Coro

            Glória! Gloria! Aleluia!
            O meu nome ouvirei Jesus chamar.,
            Glória! Gloria! Aleluia!
            Eu espero ouvir Jesus a me chamar.
           
            Quando o céu for enrolado e o sol
            Não der mais luz,
            O meu nome ouvirei Jesus chamar,
            Passarão a terra, o mar,
            Mas permanecerá Jesus,
            Que o meu nome vai na glória pronunciar.

            Oh! Que música suave há de ser pra mim ouvir
            O meu nome Jesus Cristo anunciar,
            Oh! Que gozo vai minha alma lá nos altos céus fruir
            Quando o Cristo o meu nome proclamar!





Extraído:
Harpa Cristã -  469
Autoria:
P. L. M.

Rs. 

Faloouuu!!!...

                               



                                                            
                                                                      
                                     
                                                                                            Ao lado do "Pai"


08 março, 2013

A prioridade, será não ter prioridade.








O que nos é
absolutamente
necessário, já o temos!...



                  Daqui para todo o sempre, agirei sempre assim: do tempo que tenho (Se é que tenho), decidi não ter mais prioridades. A prioridade será não ter prioridade.

                 Às vezes paro pra pensar, e aí penso, penso e penso. Embevecido, solto, alheio num decorrido tempo que tenho, só penso, penso e penso. Penso tanto em tantas coisas boas que o tempo já me deu pra pensar, que aí o tempo voa me esquecendo por completo do consumido tempo em que estive embevecido, solto, alheio num distraído destorcido tempo a imaginar.
                Hoje pela manhã, sem ter bem o que fazer (E diga se de passagem, agora depois de uns dias pra cá tem sido sempre assim), debruçado no parapeito de minha velha e querida varanda (Velha e sempre inacabada querida varanda que através de ti já me levei há lugares jamais idos), novamente, outra vez, de novo, todavia, entretanto: displicentemente saí a caminhar beira mar, o que me levou a pensar, e aí pensando e pensando, aqui e acolá, por acaso me veio no pensamento o pensamento gostoso de poder pensar em você. Rs.
                Bom é viver e viver; ao contrário de muita gente que dizem não se arrepender de nada já cometido; hoje pondero... Penso: decisivas situações decididas em minha vida poderiam ter outro rumo...
Prioridade!... Rs...
O ato e efeito da conquista, essa maravilhosa impressionante impulsão que nos impele e, nos sacode, é realmente maravilhoso; mas só hoje, só hoje aprendi do cuidado que antes deveria me precaver...
Às vezes priorizamos tanto determinadas conquistas que até nos esquecemos completamente de avaliar em primeiro lugar, qual o verdadeiro sentido desse objetivo final. Rs. Pobre que sou corre em minhas veias o intuito maior do meu eu, vencer e conquistar, conquistar e vencer. Muitas vezes nem necessitamos daquilo que queremos tanto, aquilo que nos é absolutamente necessário já o temos. Quantas vezes com afinco lutamos por um objetivo nulo. Então o grande dia da vitória chega; aí detemos-nos a pensar: ufa! Eu venci, eu venci! Mas o que fazer com isso, agora?...
                Que bom poder pensar em você meu primogênito filho. Embevecido, solto, alheio num decorrido tempo do tempo que ainda tenho, paro e penso em você. Exatamente em você! Rs. Você que priorizou conhecer este vasto infindável arredondado conglomerado anexo de mundos a fora, se foi... E, eu? Eu que no princípio enfatizei como sempre enfatizei a conquista, e a conquistar e a conquistar, agora estou só!... De tanto conhecer o que já conhece, nem mais sei por onde andas, dos compromissos arriscados, assumidos e cumpridos, deixei a muito tempo de ser um compromisso pra você. Rs. Seu tempo é curto, agora suas prioridades são outras!...

                Então hoje e daqui para todo o sempre, agirei sempre assim: do tempo que tenho (Se é que tenho), decidi não ter mais prioridades. A prioridade será não ter prioridade, e fim de papo.

Rs.

Faloouuu!!!  



                                                                  
                                                                                      
                                                                                   
                                                                                            Ao lado do "Pai"